O que precisa saber para ter um bom projeto nas núvens.

By 13 de março de 2018Palestrante

Desenvolver software on premise é bem diferente de desenvolver em nuvem, principalmente quando se trata de PostgreSQL. Aqui vai bons conselhos através de minha experiência como DBA, SysAdmin e Manager em empresas de Internet como Buscapé, VivaReal e OLX.

Não existe bala de prata, é verdade, mas comecei a trabalhar na como SysAdmin/DBA desde os primórdios da Internet Brasileira, 1997, ou seja, vivenciei muitos projetos de todos os tipos e tamanhos. Os que irei abordar são os que envolvem reais transformações de arquitetura, aqueles que envolvem ao mesmo tempo mudanças de cultura.

Dentre esses posso abordar, a primeira certificação PCI-DSS do Buscapé company ainda em datacenter tradicional vs a segunda certificação. As lições aprendidas, as dores que sofri como DBA & SysAdmin.

Iremos ver também o impacto que o VIvaReal teve ao adotar de vez a cultura DevOps e a como foi quebrar o Monólito a começar pelo coração do negócio, o banco de dados de imóveis.

Para finalizar, como gestor, irei falar sobre a transformação da OLX em uma cultura OLD SCHOOL com datacenters tradicionais envolvendo 600 servidores para Cloud com um PostgreSQL gigantesco.

Essa palestra é muito mais que boas histórias, ela é regada de dores de cabeça que vivenciada que irá auxiliar DBAs, Developers, arquitetos e gestores. Falarei sobre Workloads realmente expressivos e como resolvemos problemas complexos com muita criatividade, ousadia e muitas vezes sem grana para invertir.

Assunto:
Nuvem: SaaS, PaaS, IaaS, microserviços, DevOps / Cloud: SaaS, PaaS, IaaS, microservices, DevOps

Nível:
Intermediário

Carlos Smaniotto

Cotia – SP

Carlos Smaniotto, responsável pelos primeiros artigos sobre PostgreSQL para a comunidade brasileira através da revista SQL Magazine, possui mais de 17 anos de expertise.

Foi Gerente Sênior na OLX Brazil e gerenciou a migração de uma projeto audacioso que envolve a migração de dois datacenters com mais de 600 servidores, incluindo um PostgreSQL com 1 TB de RAM para a AWS.

Atualmente focando sua carreira novamente em área técnica através da Data Power e nas horas vagas pegando uns “bons freelas”

 

Twitter

LinkedIn